top of page
  • Foto do escritorAMEA - Associação Mato-Grossense de Educação Ambiental

Software de I.A. que prevê zonas críticas de incêndio florestal é apresentado para o CBMMT



Nessa quinta-feira (20/05), o Batalhão de Emergências Ambientais (BEA), a Diretoria Operacional (DOP), a Coordenadoria de Tecnologia da Informação do Corpo de Bombeiros Militar (BM-7), o Comitê Executivo de Gestão do Fogo e o Secretário Executivo da Secretária de Estado de Meio Ambiente participaram de uma reunião cujo objetivo era à apresentação de uma proposta tecnológica para o mapeamento e detecção de focos de calor com a capacidade de prever o local mais suscetível a ocorrer um incêndio, além de indicar a posição de incêndios subterrâneos, comum na região do Pantanal. A solução foi proposta pelo corpo técnico da Associação Mato-Grossense de Educação Ambiental - AMEA, sediada em Sinop.

A pesquisa foi elaborada por um grupo de pesquisadores da região após o grande desastre ambiental ocorrido no ano de 2020, e utiliza Inteligência Artificial para detecção de possíveis pontos de incêndio, além de contar com a colaboração científica da Universidade de Pepperdine (Califórnia-Estados Unidos), além do México, Namíbia e Quênia.

O equipamento desenvolvido pela AMEA coleta informações e imagens em tempo real e monitora parâmetros de pressão atmosférica, detecção de chamas, velocidade e direção do vento, conseguindo gerar informações para traçar um padrão climático, podendo inclusive antecipar grandes sinistros.

A proposta passará por análise do corpo técnico das organizações envolvidas e poderá trazer grandes avanços no combate aos incêndios da região do Pantanal Mato-grossense.


Escrito por CBMMT | SD BM Dias (notícia retirada do site dos Bombeiros) 27 de Maio de 2021 às 08:13

1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page